Início Eventos GTs e SPG da ANPOCS contemplam pesquisas na área de Comunicação e...

GTs e SPG da ANPOCS contemplam pesquisas na área de Comunicação e Política

1058
0
COMPARTILHAR
Pocket

Este ano a ANPOCS contará com três espaços que contemplam diretamente pesquisas na área de Comunicação e Política. São dois Grupos de Trabalho (GTs) – “Mídia, política e eleições” e “Ciberpolítica, ciberativismo e cibercultura” – e um Simpósio de Pesquisas Pós-Graduadas (SPG) – “Comunicação política e eleições no Brasil”. Este último é específico para agregar trabalhos com resultados de pesquisas de alunos de pós-graduação.

O evento acontece de 23 a 27 de outubro, em Caxambu, e os resumos devem ser enviados até o dia 10 de abril.

As ementas seguem abaixo:

SPG7 – Comunicação política e eleições no Brasil

Coordenação: Michele Goulart Massuchin (UFMA) e Thiago da Silva Sampaio (UNIPAMPA)

O SPG “Comunicação Política e Eleições no Brasil” recebe trabalhos sobre as múltiplas relações entre mídia e processo eleitoral, tanto em âmbito local e regional quanto nacional. O objetivo é reunir trabalhos que analisem desde o modo como os partidos e candidatos se utilizam da comunicação na construção das campanhas até como os veículos fazem a cobertura jornalística e abordam o tema eleições, considerando meios impressos, os portais de notícia, os blogs e as próprias redes sociais. De modo complementar, e não menos importante, tem-se interesse por trabalhos que abordem a formação da opinião pública no contexto das eleições, o comportamento eleitoral e a importância das campanhas na decisão do voto. Sendo assim, são seis os temáticos contemplados pelo SPG: i) cobertura jornalística das eleições; ii) opinião pública e decisão do voto; iii) debate público em período eleitoral; iv) estratégias de campanha online; v) propaganda política televisiva; vi) avaliação de governo. Aceitam-se estudos empíricos quantitativos e qualitativos, evidenciando ainda a relevância de estudos comparativos na área.

GT2 – Ciberpolítica, ciberativismo e cibercultura

Coordenação: Claudio Luis de Camargo Penteado (UFABC) e Rafael Cardoso Sampaio (UFPR)

O desenvolvimento das tecnologias de comunicação e informação (TIC) tem provocado diversas transformações nas relações sociais nas práticas políticas, econômicas, sociais e culturais, despertando novas desafios para as agendas de pesquisa nas Ciências Sociais. Nesse sentido, o GT “Ciberpolítica, ciberativismo e cibercultura” pretende reunir pesquisadores que investigam as dinâmicas e os impactos dessas tecnologias digitais sobre várias dimensões das sociedades contemporâneas, notadamente os sistemas políticos e seus atores, sobre formas de cidadania, participação e ação coletiva online, assim como sobre identidades sociais coletivas, sociabilidades e processos de criação simbólico de atores sociais que se estabelecem no e pelo uso/apropriação das tecnologias informacionais. Assim, esperamos receber pesquisas e contribuições teóricas e metodológicas nas áreas de ciberativismo, cibervigilância, campanhas on-line, tecnopolítica, democracia digital, deliberação on-line, e-participação, governo eletrônico, governo aberto, governança da internet, exclusão/inclusão digital, cultura digital, sociedade informacional, conflitos online, sociabilidade em ambientes e plataformas e jogos digitais, big data, monitoramento, análise de redes sociais online e regulação algorítmica.

GT17 – Mídia, política e eleições

Coordenação: Fernando Lattman-Weltman (UERJ) e Kelly Prudêncio (UFPR)

De acordo com sua trajetória, o GT “Mídia, política e eleições” se dedica a pesquisar e a analisar as relações entre comunicação e política, constituindo área de investigação transdisciplinar cada vez mais significativa no contexto contemporâneo. Abrange investigações empíricas e teóricas voltadas à compreensão dos papéis políticos das diferentes mídias em democracias de massa, articulando tanto a dimensão discursiva da política, quanto as variáveis políticas na construção de discursos públicos. Destacamos no âmbito do GT os seguintes tópicos : (1) Teorias da comunicação política (2) Enquadramentos e representações midiáticas da política; (3) Esfera pública e mapeamento de controvérsias públicas; (4) Democracia, mídia e representação; (5) Redes sociais e mobilização política; (6) Agenda pública e opinião pública; (7) Comunicação, desigualdades e formas de opressão; (8) Mídia, instituições e accountability; (9) Comportamento eleitoral; (10) Eleições: estratégia e marketing político; (11) Ação coletiva, cidadania e mídia; (12) Ética e valores no comportamento midiático; (13) Regulação da comunicação e pluralismo midiático; (14) Economia política da comunicação; (15) Jornalismo político.

Para mais informações, visite o site da ANPOCS.

Isabele Mitozo
Isabele Mitozo é mestre em Comunicação e graduada em Letras pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente, é doutoranda em Ciência Política pela UFPR. É integrante do Grupo de Pesquisa em Política e Novas Tecnologias (PONTE/UFC)e do Núcleo de Pesquisa em Comunicação Política e Opinião Pública (CPOP/UFPR), estuda iniciativas de participação política em plataformas online, mas, vez por outra, desconecta-se para compartilhar seu francês, ouvir um velho rock ‘n roll, ver um bom filme ou jogo do SPFC, e refugiar-se em uma ‘wonderland’ literária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here