Quatro em cada dez brasileiros usam mídias sociais

(foto: Reprodução/Site,  montagem BemParaná)
Do BemParaná, publicada em 28/09/2011.

De acordo com pesquisa realizada pela GfK, 4ª maior empresa de pesquisa de mercado no Brasil e 4º maior grupo mundial do setor, 43% dos brasileiros costumam usar mídias sociais, como Orkut, Facebook, Twitter e Youtube, entre outros. O levantamento mostra também que 53% das pessoas das classes AB utilizam mídias sociais, enquanto que nas classes CD os usuários não passam de 33%. O uso de mídias sociais está ainda diretamente relacionado à faixa etária: quanto mais jovem, maior a porcentagem de usuários.

“Embora o uso de mídias sociais tenha crescido no Brasil, o estudo constatou que a utilização ainda é restrita, sendo o número de usuários maior entre as pessoas com maior nível socioeconômico e entre os mais jovens (de 18 a 34 anos)”, comenta Cynthia Vieira, Diretora da Área de Business & Technology da GfK.

O estudo da GfK ouviu, em julho deste ano, 1.000 pessoas, a partir dos 18 anos, de nove regiões metropolitanas (Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém) e de três capitais (Brasília, Goiânia e Manaus).

A pesquisa buscou ainda identificar o interesse e a interação das pessoas em relação a marcas nas mídias sociais. Entre os usuários das mídias, 27% costumam usá-las para pesquisar uma marca, e 17% usam as ferramentas para recomendar uma marca. Já as críticas, ou elogios, têm a mesma quantidade de citações, com 4% cada.

O estudo revela que 52% dos entrevistados acreditam pelo menos algumas vezes nos comentários que veem ou leem sobre uma marca nas mídias sociais, sendo que quanto mais jovem o consumidor, maior o nível de confiança nos comentários nas redes.

A pesquisa abordou também o quanto os comentários negativos nas mídias sociais podem influenciar a opinião dos consumidores. Ao ler comentários negativos sobre uma determinada marca nas mídias sociais, 73% dos entrevistados não mudam de opinião, mas buscam saber se os comentários são verdadeiros.

Tempo de redes sociais —  De acordo com uma pesquisa feita pela empresa de análises de mercado Experian Hitwise, os brasileiros ficam, em média, 18 minutos e 19 segundos por sessão navegada no Facebook, que é relativamente pouco se comparado ao líder, Cingapura, onde  eles passam 38 minutos e 46 segundos por sessão na rede social, seguidos da Nova Zelândia, com 30 minutos; Austrália, com 26 minutos; Reino Unido, com 25; e EUA, com 20 minutos.

Mas o Brasil aparece em primeiro lugar em um outro item da pesquisa. De todos os acessos à internet aqui no Brasil, 18,9% são direcionados a redes sociais, seguido de Cingapura, com 16,4%; EUA, com 15,4%; e Índia e Nova Zelândia, com 14% e 13,9%, respectivamente. “Em alguns aspectos, as redes sociais não têm limites em fazer do mundo um lugar menor. Saber o market share que as redes sociais têm em cada país e o nível de uso é a chave para o sucesso de atuação nestes ambientes”, explica Ankur Shah, CEO e co-fundador da Techlightenment, empresa do grupo Experian.

Fonte: http://www.bemparana.com.br/index.php?n=192152&t=quatro-em-cada-dez-brasileiros-usam-midias-sociais