Softwares livres para análise de argumentos e codificação de textos

Existem no mercado inúmeros softwares para a análise quantitativa ou qualitativa de dados. SPSS, SAS, NVivo, Atlas.ti são alguns deles, cada um mais adequado para um tipo de pesquisa. Porém, não são todas as universidades que disponibilizam esses softwares para o uso de alunos e professores e, pelo que bem me lembro da época do meu mestrado (feito na UFMG), a compra dessas licenças é mais uma ação de grupos de pesquisa do que da universidade em si (me corrijam se eu estiver errada).

Pois então, eu tenho usado o NVivo recentemente porque a universidade em que estudo possui a licença e disponibiliza para os estudantes, inclusive com a possibilidade de instalarmos em nossos notebooks ou computadores pessoais (também temos acesso ao SPSS e ao SAS). Porém, como a realidade não é essa para todos, resolvi fazer esse post curtinho só para indicar dois softwares livres que podem ter bastante utilidade mesmo para quem tem acesso a esses softwares comerciais e sobretudo para quem não tem.

O primeiro é o CAT – Coding Analysis Toolkit, um serviço online e gratuito, fruto de uma parceria entre a University of Pittsburgh e a University of Massachusetts Amherst. O CAT possibilita que o pesquisador codifique textos, gerencie projetos com múltiplos  codificadores, avalie o nível de confiabilidade da codificação entre outras coisas. Tudo isso numa plataforma online, facilmente acessada pelo gerenciador do projeto e os colaboradores.

Eu utilizo o software com frequência e o mais interessante para mim é a simplicidade. Para análises em que não é necessário marcadores mais específicos ou ferramentas mais elaboradas, ele funciona muito bem. Para análises piloto, por exemplo, é uma ótima opção. E mesmo para análises mais refinadas, é possível pensar em soluções para a falta de outras ferramentas disponíveis nos softwares comerciais. Não é à toa que o CAT foi o vencedor do prêmio “Melhor software de pesquisa” (Best Research Software) organizado pela seção em Tecnologia da Informação e Política da Associação Americana de Ciência Política, em 2008.

Outro software que ainda não tive a oportunidade de testar mas que parece bem interessante é o Araucaria, esse mais especificamente planejado para a análise de argumentos. O Araucaria foi desenvolvido no âmbito do Grupo de Pesquisa em Argumentação da University of Dundee, Reino Unido. De acordo com informações do website do projeto, o Araucaria pretende auxiliar na reconstrução e diagramação de um argumento, e na aplicação de esquemas de argumentação.

É isso. Mais alguém conhece softwares gratuitos que podem auxiliar pesquisadores na área de Comunicação e Política? Compartilhem nos comentários.

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.imakay.org/compol/wp-content/uploads/anacarol.jpg[/author_image] [author_info]Ana Carolina Vimieiro possui graduação em Jornalismo pela PUC Minas, mestrado em Comunicação Social pela UFMG e, atualmente, é doutoranda em Comunicação pela Queensland University of Technology (QUT), Austrália. Atua na área de interface entre comunicação e política, com interesse específico pelos seguintes tópicos: inovações metodológicas, análise de enquadramentos, política esportiva e engajamento cívico.[/author_info] [/author]